desordem

porque do alto do meu desejo eu te atropelo. meto os pés, a boca, as mãos, o coração e a razão no mesmo caldeirão de emoções. e saio correndo pela rua, sem olhar para trás. então, te vejo se distanciando de mim, permanecendo vago como num sonho, do qual não sei se acordei ou se caí da cama…

Anúncios

Sobre janatineo

aprendendo e descobrindo (sempre) a ser...
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s