é preciso amor pra poder pulsar

isso me traz algo tão bom, uma lembrança de uma época boa, de uma infância linda, livre, amorosa, intensa, pura, pulsante…amor intenso! cheiro de terra molhada, de folha seca, de banho e de pescaria em rio, de pé no chão, de banho de chuva, de brincadeiras de rua, de pipa empinada, de vontade de ser artista, de ser professora, de amor de vó, de comida da mãe, de churrasco familiar ao som da viola, de família reunida, de caminhar pelo mato, de acordar cedo, de subir no telhado para tocar as estrelas no céu e ficar só, de medo do escuro, de sabor de fruta fresca no quintal, de pensamentos bons, daquilo que me faz quem sou hoje, do amor que pulsa em mim…daquela tal felicidade que não se explica e da vida que se vive a cada instante infinito…

Anúncios

Sobre janatineo

aprendendo e descobrindo (sempre) a ser...
Esse post foi publicado em almir sater, amor, banho de chuva, banho de rio, cheiro de terra molhada, história, lembranças, paz, ser feliz. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s