Versos banais

Sultilmente me toca profundamente a alma, de uma maneira que me acalenta, me aquece o coração e faz me sentir assim tão leve…tão viva!
Coisas tão banais que se passam comigo que me sinto tola, como o mais bobo da corte.Caminho suavemente num ritmo embalado pela melodia musical desta felicidade tocante, inexplicável.Como explicar o que não se explica?
Me sinto conduzida pelos teus braços, num bolero imaginário, que só eu consigo ouvir.

Tento traduzir em palavras o que sinto, ao som desta melodia amorosa, mas nada, nenhuma palavra consegue transpor este sentimento.
“Parece dezembro de um ano dourado…”

Anúncios

Sobre janatineo

aprendendo e descobrindo (sempre) a ser...
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s